Centenário adquire nova ensiladeira

Imagem Destaque Centenário adquire nova ensiladeira
Data da Publicação: 24/01/2020

Com o cuidado para que o rebanho bovino local tenha uma alimentação de qualidade, e desta maneira mantenha bons níveis de produção de leite e carne, que a Prefeitura de Centenário, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura está desenvolvendo trabalhos de incentivo à silagem. 

A Prefeitura, por meio de maquinário próprio ou terceirizado, realiza o trabalho de silagem nas propriedades rurais com valores subsidiados. O agricultor que tiver interesse em realizar o serviço em sua propriedade pode fazer o agendamento na Secretaria de Agricultura. 

Nesta semana o trabalho de silagem recebeu mais um reforço. Foi entregue em Centenário uma ensiladeira nova, adquirida com recursos próprios do município e que já está à disposição dos produtores rurais. 

O secretário de Agricultura de Centenário, Dorival Junior Preczewski, enfatiza que o maquinário já foi incorporado ao trabalho e está disponível para o uso dos agricultores rurais. “Este equipamento é novo, e desta forma o custo de manutenção dele é muito baixo. Estamos fazendo este investimento, pois a garantia de uma alimentação de qualidade do rebanho de leite e de corte traz benefícios para todo o município, já que melhora a produtividade nas propriedades rurais”, comentou ele. 

O prefeito de Centenário, Hilário Kolassa, destaca o impacto positivo que este equipamento vai trazer para a realização deste trabalho. “Adquirimos estes equipamento com recursos próprios, e este investimento, traz um impacto muito positivo, não apenas para o produtor rural, mas para toda a comunidade local, pois somos um município com uma economia essencialmente agrícola e os incentivos nesta área trazem reflexos significativos”, enfatizou ele. 

Além dos equipamento próprios, a prefeitura mantém uma empresa terceirizada, que foi contratada por meio de uma licitação, que trabalha com um equipamento maior, podendo colher cinco carreiras de milho. Nesta parceria, o município subsidia 50% do valor da hora trabalhada, e o produtor rural paga os outros 50%. No trabalho realizado com o trator e a ensiladeira do município, o custo para o produtor é de R$ 95,70 reais por hora trabalhada.


    Imagens da Notícia

  • Ver imagem
  • Ver imagem
  • Ver imagem

ACESSO AS
REDES SOCIAIS