Trabalho de silagem nas propriedades rurais pode ser agendado na Prefeitura de Centenário

Imagem Destaque Trabalho de silagem nas propriedades rurais pode ser agendado na Prefeitura de Centenário
Data da Publicação: 27/12/2019

Com o objetivo de garantir uma alimentação de qualidade para o rebanho bovino no município de Centenário, que a prefeitura está fazendo investimentos para incentivar a silagem de qualidade. A partir do mês de janeiro deve ser intensificado o trabalho de silagem do milho e desta forma a prefeitura informa, que os produtores precisam agendar a realização do serviço de silagem nas propriedades para que a Secretaria de Agricultura possa fazer o cronograma das atividades.

O técnico da Secretaria de Agricultura de Centenário, Vanderlei Kubiak, destaca que são investidos constantemente nessa área, para prestar um atendimento de qualidade para os produtores do município. “Estamos com três ensiladeiras funcionando em bom estado, e no começo de 2020 deve chegar mais uma. É uma máquina nova, por tanto tem um custo de manutenção reduzido. Nos preocupamos em fazer um trabalho de qualidade, pois é a garantia de uma boa alimentação para o rebanho leiteiro e para o gado de corte”, destacou ele.

O prefeito de Centenário, Hilário Kolassa enfatiza que o município tem buscado incentivar uma alimentação de qualidade para o rebanho local, pois sendo um município essencialmente agrícola, a produção de leite e de carne tem um impacto direto na economia local. “Adquirimos em 2018 uma ensiladeira que colhe uma área de dois carreiros de milho, e isso traz um rendimento muito bom, e neste ano adquirimos com recursos próprios outra ensiladeira, que deverá chegar em janeiro. Sendo um município essencialmente agrícola precisamos incentivar uma produção de qualidade. Nós ainda temos uma empresa terceirizada, que foi contratada por meio de uma licitação, que trabalha com um equipamento maior, podendo colher cinco carreiras de milho. Nesta parceria, o município subsidia 50% do valor da hora trabalhada, e o produtor rural paga os outros 50%. No trabalho realizado com o trator e a ensiladeira do município, o custo para o produtor é de R$ 95,70 reais por hora trabalhada. 

A Prefeitura informa ainda que estão disponíveis na Secretaria de Agricultura as sementes oriundas do Programa Troca-Troca, para os produtores que desejarem fazer um novo plantio após a silagem de janeiro.


    Imagens da Notícia

  • Ver imagem
  • Ver imagem

ACESSO AS
REDES SOCIAIS