Prefeitura de Centenário assina termo de cooperação com DAER

Objetivo é realizar o projeto técnico do asfaltamento do trecho da ERS 477, que liga Centenário a Carlos Gomes

Imagem Destaque Prefeitura de Centenário assina termo de cooperação com DAER
Data da Publicação: 30/08/2019

O Município de Centenário deu mais um passo importante rumo ao sonho de conquistar o acesso asfáltico. Nesta sexta-feira, 30 de agosto, o prefeito Hilário José Kolassa, acompanhado do secretário de administração, Rodinei Augusto Banaszeski, assinou um termo de cooperação com o Departamento de Estradas de Rodagem (DAER), para um convênio que possibilitará a licitação do projeto para o Acesso Asfáltico da ERS 477, trecho que liga Centenário a Carlos Gomes.

A partir da assinatura desse convênio, o município de Centenário abrirá processo licitatório para contratação de empresa especializada para realização do projeto. Este termo de cooperação possibilita que o município assuma a responsabilidade financeira do projeto, e desta forma, o poder público de Centenário pretende agilizar esta etapa.

O prefeito Hilário Kolassa enfatizou que a busca pelo acesso asfáltico até Centenário é uma demanda muito antiga da população regional, sendo essencial para fomentar o desenvolvimento local, e que por isso a prefeitura está assumindo os custos desta etapa para ela seja concluída o mais breve possível.

Luta continua pelo asfaltamento da comunidade do Km 25 -  Áurea à Centenário

Durante o encontro, o prefeito Kolassa, aproveitou o momento para conversar com o DAER sobre a importância do asfaltamento da ERS 477, no trecho de 8 km que liga a cidade de Áurea a Centenário. A reivindicação é antiga da população e o acesso asfáltico vem sendo aguardado há muitos anos. Conforme o diretor do DAER, esse este trecho está em estudo, aguardando atualização de valores e a liberação de recursos. “ Aproveitamos a oportunidade para destacar a importância que essa obra tem para o município, o projeto está pronto apenas aguardando recursos para efetivação. Não vamos deixar de cobrar, pois é algo que fará muita diferença para a população regional quando concluída”, finalizou.


    Imagens da Notícia

  • Ver imagem
  • Ver imagem
  • Ver imagem

ACESSO AS
REDES SOCIAIS